Comer pra viver com saúde

Sabe? Esta parece ser a coisa mais difícil de entender, hoje, para a maioria das pessoas: precisamos comer para viver com saúde. Não apenas para satisfazer nosso apetite ou para alimentar nossos hábitos alimentares. Até porque, está comprovado: nossos hábitos alimentares estão muito errados e totalmente distantes daqueles que deveríamos ter.

O bom é que, por onde passo, tenho encontrado  pessoas despertando para a necessidade de voltarmos à Origem, também na área da alimentação. Por isso, #inteirosaudavel me parece um bom instrumento para compartilharmos dicas e trocarmos experiências da nossa jornada rumo a uma alimentação mais saudável.

E, sim, eu sei que já os pessimistas estão dizendo que não dá, não é possível, não tem jeito. Aí é que entra a minha fé e diz: dá, sim! Tem jeito e é possível! Precisamos começar a (dis)romper com os padrões errados que formos identificando e propor a nós mesmos novos padrões, novas condutas, de cuja prática, se perseverarmos por 90 dias, nascerão novos e melhores hábitos alimentares em cada um de nós e, quiçá, nas nossas casas.

Quem se dispõe? apagar

Eu já estou escalando este monte e vou tentar compartilhar o que experimento enquanto vou. Venha também!

Jackeline Sarah
Produtora de Conteúdo
© Todos os direitos reservados. Permitida e incentivada a reprodução do artigo, desde que citada a fonte.
Imagem: Pixabay

 

Advertisements

Horta Orgânica na claraboia

Por menor que seja, todo mundo tem um espacinho em casa pra começar a plantar. Falta mesmo em nós consciência da importância de voltarmos a comer alimentos cultivados sem agrotóxicos, sem defensivos e não transgênicos.

A consciência, no entanto, está começando a despertar. Aqui e ali, vejo iniciativas em começar uma horta doméstica. E, por favor: que sejam todas orgânicas! É absolutamente possível, até mesmo produzindo para vender, manter uma horta sem o uso de venenos, fertilizantes químicos…

Dei os primeiros passos, em minha claraboia. Não cabe quase nada, não tem terra no chão. Vou plantar tudo em vasos, garrafas pet, potes e coisas assim, que não vão virar lixo, serão reaproveitadas!

Comecei a fazer minha compostagem, mesmo sem a composteira. Aliás, comecei tudo sem ter quase nada. Estou aprendendo, adquirindo conhecimento na internet e experiências com a mão na terra.

Talvez, eu falhe. Certamente, falharei. Faz parte do processo de aprender, enquanto vou interagindo com os seres vivos que as plantas são.

Convido a todos que façam o mesmo, todos os que acabam ficando sem esperança de ter uma alimentação saudável, porque, afinal, tudo parece contaminado: verduras, frutas, legumes, grãos, carnes. e até chocolate, contaminado com o trabalho escravo infantil nas lavouras de cacau.

Creio que é possível. Pretendo perseverar nisso até ver resultados concretos. Vamos começar a voltar à Origem assim? Se aceitar o desafio ou se começou antes de mim, que tal trocarmos experiências?

Assista o primeiro vídeo que gravei. É caseiro, como a Horta.

Enquanto Você assiste, vou dar uma olhada na Horta!

Jackeline Sarah

Direitos Reservados. Permitida e incentivada a reprodução, desde que citada a fonte.

Pra ser sustentável, pra evitar o consumo de alimentos contaminados por uso de agrotóxicos, pra aproveitar um pequeno espaço em sua casa, pra resgatar o contato com a natureza, pra ser #inteirosaudavel, Jackeline Sarah iniciou uma Horta Orgânica em sua claraboia. Mesmo não sendo especialista, está adquirindo conhecimentos e experiência, que compartilharemos aqui. Incentivamos a todos que façam como ela!