Determinado o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil

Segundo inúmeras fontes na internet, foi suspenso o bloqueio do WhatsApp, 11 horas após seu início.

whatsapp
Para entender melhor o assunto, leia:

Determinada a suspensão do bloqueio em todo o Brasil,  pelo desembargador Xavier de Souza, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP),  o julgamento do mérito do recurso será analisado pela 11a. Câmara Criminal.

Segundo o juiz, que defende a aplicação de uma multa maior à empresa por descumprir a determinação judicial de informar dados de usuários,

“Em face dos princípios constitucionais, não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa.”

Que bom que há sempre alguém pensando no que é razoável e em cumprir princípios constitucionais!

Jackeline Sarah

Uma das fontes: Uol Tecnologia

 

Advertisements

A Nota de Marck Zuckerberg sobre o bloqueio do WhatsApp e o que pensamos sobre isso…

Sempre há assuntos sobre os quais precisamos nos posicionar. Sempre há mais que um lado a considerar. O que nem sempre percebemos é que, quase sempre, os assuntos são mais profundos do que parecem. Por isso, nossos posicionamentos precisam ser fruto de reflexão e aplicação prática dos princípios em que acreditamos.

Veja a situação do bloqueio do WhatsApp. Há muitos tipos curiosos de posicionamento. Vamos destacar apenas alguns:

  • Imediatamente, surgiram imagens e frases comparando o desespero pelo WhatsApp com ausência de comportamentos religiosos esperados.
  • Sites fizeram chover piadas maliciosas para ilustrar como o bloqueio faria falta.
  • Multidões baixaram aplicativos que burlam o bloqueio, mesmo sabendo que trabalham por uma via ‘clandestina’, fora da rede, que não pode ser controlada.
  • Outras multidões entraram em outro aplicativo, como o Telegram.
  • Mark Zuckerberg, fundador do Facebook e dono do WhatsApp, publicou uma Nota, conclamando os brasileiros a se fazerem ouvir sobre o que considera como a injusta decisão de punir o aplicativo por proteger os dados de seus usuários. Esta é a tradução oficial da Nota:

 

Hoje à noite, um juiz brasileiro bloqueou o WhatsApp para mais de 100 milhões de usuários do aplicativo no país.

Estamos trabalhando duro para reverter essa situação. Até lá, o Messenger do Facebook continua ativo e pode ser usado para troca de mensagens.

Este é um dia triste para o país. Até hoje o Brasil tem sido um importante aliado na criação de uma internet aberta. Os brasileiros estão sempre entre os mais apaixonados em compartilhar suas vozes online.

Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz.

Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida e ajude seu governo a refletir a vontade do povo.

‪#‎ConectaBrasil‬ ‪#‎ConecteoMundo‬

Podemos escolher nos posicionar como estes ou outros. Precisamos pensar que há aspectos mais profundos, também, com relação a isso.

whatsapp

Por exemplo,

  • O que é mais sério e importante para Você: seu direito de usar um aplicativo de mensagens ou o dever de cumprir uma determinação judicial?
  • O que vale mais: o direito de um suposto criminoso ter os dados de usuário protegidos pelo aplicativo ou o dever do aplicativo em cumprir uma ordem judicial e informar os dados solicitados em processo de investigação criminal?
  • O que tem maior peso: a sensação legal de burlar o bloqueio utilizando aplicativos que funcionam por um canal que não pode ser rastreado ou a preocupação de que usá-los pode expor seus dados bancários ou de transações de compra pelo celular, por exemplo?

Poderíamos e deveríamos levantar muitas questões e pensar sobre elas. Em qualquer assunto, independente de qual seja nosso posicionamento, é muito importante que não seja tomado sem reflexão. É preciso saber o porquê das escolhas que fazemos. É preciso sermos razoáveis, se queremos alcançar o equilíbrio.

Jackeline Sarah

© Todos os direitos reservados. Permitida e incentivada a reprodução do artigo, desde que citada a fonte.

 

Para entender melhor o assunto, leia:

 

 

Dois dias sem WhatsApp?!?

É verdade: decisão judicial determinou que as Operadoras de Telefonia Celular bloqueiem o WhatsApp por 48 h, a partir da meia-noite do dia 17/12/15.

whatsappNão se sabe muito mais que isso: o bloqueio foi determinado pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo dos Campos; o autor da ação judicial é guardado em Sigilo; as operadoras já comunicaram que vão acatar a decisão judicial e afirmam não serem autoras da ação, ainda que considerem o WhatsApp como um serviço pirata, já que oferece ligações via internet, e acreditem que o serviço deva ser regulamentado; a Anatel considera a determinação desproporcional, pois prejudicará milhões de usuários. É verdade…

A grande pergunta que se faz e se ouve e se lê é: E agora?

Ainda que poucos acreditem, é possível se comunicar com seus contatos por outros meios, como Skype, Messenger do Facebook, Hangouts. Confira algumas alternativas apontadas pelo UOL Notícias.

Considere, ainda, o bloqueio como oportunidade para avaliar seu grau de dependência da ferramenta. Sim, WhatsApp deve ser usado como uma ferramenta para promover a comunicação entre pessoas (amigos, parentes, clientes). E, não! Essa não tem sido a realidade para a maioria de nós.

Como ocorreu em fevereiro/15, quando havia sido determinada a suspensão do acesso ao aplicativo em todo o Brasil, os comentários às notícias sobre o bloqueio, em toda a rede, demonstram o descontentamento  e a indignação dos brasileiros, prejudicados pela determinação judicial. E é verdade que têm razão… Já escrevi sobre isso em A Terra girou.

Ainda é possível que a determinação do bloqueio seja suspensa por um bom juiz, como aconteceu em fevereiro. Se me permitem, preciso apenas acrescentar uma sugestão, já que não está ao nosso alcance impedir o bloqueio, mas, podemos tirar proveito dele:

Se Você é um dos dependentes do serviço, daquele tipo que ignora as pessoas sentadas ao seu lado na mesa, enquanto conversa com outras por WhatsApp, à meia-noite do dia 17/12 começa sua oportunidade de desintoxicar-se e encontrar um modo de uso mais equilibrado para a ferramenta. E, ainda que Você considere impossível sobreviver às 48 horas de bloqueio, respire fundo e repita para si mesmo:

Há possibilidades fora desse aplicativo. Há relacionamentos fora desse aplicativo. Sim, há vida fora dele!”.

Se isso for verdade, estaremos por aqui quando o bloqueio acabar…

Jackeline Sarah

© Todos os direitos reservados. Permitida e incentivada a reprodução do artigo, desde que citada a fonte.

Fonte: Folha

Para entender melhor sobre o assunto, leia:
A Nota de Marck Zuckerberg sobre o bloqueio do WhatsApp e o que pensamos sobre isso
Determinado o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil